+55 (47) 3036.7700

contato@teclogica.com

Lead Time: o que significa e como reduzi-lo

Teclógica > Blog > Serviços sob medida > Manufatura > Lead Time: o que significa e como reduzi-lo
Lead Time
29/07/2022

Manter o Lead Time baixo no negócio é essencial para reduzir custos, otimizar o processo produtivo e contribuir para resultados satisfatórios. Além disso, ciclos longos de produção podem ser minimizados a partir da análise desse índice

Mas o que isso significa exatamente e como funciona o Lead Time? Prossiga com a leitura e descubra quais são os seus impactos nas indústrias.

O que é Lead Time?

Basicamente, o termo refere-se ao tempo usado para que certo item passe por todo o ciclo de produção, ou seja, desde o planejamento ou pedido de compra, passando pela produção, processamento, montagem, expedição e, por fim, a conclusão através do recebimento.

Enquanto na visão do cliente, o Lead Time compreende ao momento que ele fez o pedido até a entrega final, na visão da indústria esse conceito é algo mais detalhado, percorrendo vários processos até ser concluído

Isso ocorre pois a indústria precisa considerar todas as fases da confecção do produto. Então, questões como aquisição da matéria-prima e testes também entram no cálculo.

Como calcular o Lead Time

Em linhas gerais, o Lead Time é a soma de todos os intervalos de tempo existentes nos processos da cadeia produtiva de uma empresa. 

Nesse sentido, podemos considerar o cálculo da seguinte forma: prazo de entrega do fornecedor somado à duração do prazo de todas as etapas de produção, tempo que leva para liberação e expedição do produto e o envio para o cliente. Cada empresa ou indústria deve ajustar o cálculo conforme as etapas que costumam percorrer.

Por exemplo, uma indústria chegou ao resultado de 15 dias e 3 horas de Lead Time referente a um determinado maquinário que costuma fabricar. Nesse caso, tal organização recebeu o pedido de compra deste equipamento, em uma segunda-feira. Para encontrar o índice analisado, o gestor fez o seguinte cálculo de soma:

  • 5 dias para a chegada de todas as matérias-primas;
  • 3 horas para conferência e inventários desses itens;
  • 3 dias para a confecção;
  • 2 dias, referente ao sábado e domingo e mais 5 dias de tempo para entrega. 

Quais os benefícios de conhecer e reduzir o Lead Time?

Entender o conceito e investir em estratégias que diminuam o seu Lead Time garante diversos benefícios, diretos e indiretos, tais como:

  •  Controle e melhoria da produtividade geral;
  •  Identificação de gargalos no ciclo produtivo;
  •  Prazos e entregas precisas;
  •  Maior confiabilidade para atender as demandas;
  •  Otimização operacional;
  •  Redução de custos e eliminação de etapas desnecessárias;
  • Comunicação mais eficiente e integrada;
  •  Aumento da competitividade;
  • Maior satisfação dos stakeholders.

Como reduzir o Lead Time da Indústria?

Agora que você entendeu a importância desse conceito, bem como, os benefícios da redução do Lead Time, descubra o que pode ser feito na prática para que você otimize o tempo das etapas do ciclo de produção.

Gestão de Estoque

Estabelecer uma gestão de estoque eficiente, é fundamental para o resultado do Lead Time. Assim, possuir um estoque de matéria-prima pode ser uma boa decisão para evitar adicionar o tempo de recebimento de insumos ao cálculo. 

Além de levar em conta a data de validade dessas matérias-primas e outros aspectos para que não ocorram perdas, o ideal é calcular a quantidade ideal de insumos para atender os pedidos mais recentes. Dessa forma, custos com armazenamento serão reduzidos.

Relacionamento e controle de fornecedores

Quanto melhor a relação com os fornecedores, melhores serão as condições, negócios e prazos acordados. Além disso, possuir uma carteira diversificada desses contatos, permite que você tenha sempre alternativas caso ocorram imprevistos.

Terceirização de serviços e análise de gargalos

Permanecer atento aos gargalos que podem surgir e afetar o seu ciclo de produção e considerar terceirizar partes da produção que não podem ser atendidas pela indústria, são pontos que valem a pena atentar-se no sentido de reduzir os prazos do Lead Time.

Tempo de manutenção

Muitas vezes, o tempo de manutenção do maquinário das fábricas não é levado em consideração, entretanto, essa questão deve ser considerada pois possui um potencial alto de impactar no prazo da produção

Portanto, implementar boas práticas de manutenção, estabelecer rotinas preventivas e planejar estrategicamente tais paradas, são medidas que contribuem para melhorar todo o fluxo operacional.

Padronização de processos

Etapas sem padronização, ou seja, realizadas de formas distintas, estimulam erros, possíveis atrasos e desencontros de informações. Por isso, vale estabelecer padrões tanto nos processos produtivos quanto nos estratégicos

soluções tecnológicas disponíveis no mercado que contribuem de forma relevante para essa tarefa. Estude quais as melhores soluções para padronizar o seu negócio e aplique-o para todos os fatores envolvidos no ciclo produtivo.

Procure soluções que façam sentido para o seu negócio

Além de todas as medidas que apresentamos com o intuito de melhorar os índices do seu Lead Time, é preciso que você procure por soluções que façam sentido para o seu negócio em particular, pois cada indústria ou empresa é única e possui uma determinada cultura, objetivo e nicho.

Por outro lado, contar com uma logística eficiente de transportes, é um dos diversos pontos que toda organização deve considerar para que melhore o Lead Time.

Portanto, investir em estratégias e ações que buscam melhorar o cálculo deste índice pode ser uma excelente estratégia para alavancar as vendas e contribuir para a sua competitividade no mercado.

Gostou desse artigo? Então continue conferindo nosso blog e descubra outros conteúdos essenciais ligados ao universo da indústria e dos negócios!

Tecnologia na indústria

pop up t18